quinta-feira, 13 de março de 2008

MEL



O mel é basicamente o néctar das flores transformado pelas abelhas. As operárias coletam o néctar com a língua e depois deposita-o na "bolsa do mel", um órgão que faz parte de seu aparelho digestivo (entre o estômago e o esôfago). Assim, o néctar vai para a colmeias para alimentar os "bebês" , as abelhas, as larvas e, também, para nutrir a família durante o inverno, quando não há flores. • Cor e densidade não são indicativos de nada, pois cada tipo de florada resulta num mel diferente. Além disso, os méis de Melíponas (abelhas sem ferrão) , como é o caso da Uruçu, são mais claros e mais fluidos que os méis de Apis (abelhas com ferrão, as africanizadas), que são mais densos, encorpados. As regrinhas de ouro são as seguintes :1° ) o mel verdadeiro é opaco , o mel falsificado geralmente é transparente; 2°) o mel verdadeiro cristaliza-se transformando-se numa pasta macia, uniforme e com inúmeros e pequeninos grânulos, mas o mel falsificado endurece, fica uma pedra de açúcar desigual, com grandes espaços manchados de branco, aspecto arenoso e odor enjoativo. DICAS DE CONSERVAÇÃO DO MEL • Não mantenha o recipiente do mel exposto à luz ambiente, pois a mesma altera algumas de suas propriedades medicinais. O ideal é envasa-lo utilizando vidro na cor âmbar. Caso isso não seja possível, envolva a embalagem com papel alumínio ou outro de cor escura qualquer; • Todo mel puro pode cristalizar-se (açucarar) devido a variação da relação glicose-levulose, podendo ser consumido em forma pastosa ou ser descristalizado em banho-maria, cuja água deve estar em temperatura nunca superior a 50°C, pois, caso contrário, haverá alteração nos índices de HMF (hidroximetilfurfural), o que acarretará a destruição de enzimas, gerando a perda de propriedades medicinais; • Na prática , o mel cristalizado é mais fácil , pois se evita doces e lambuzados desastres. Caso queira consumi-lo dessa forma, coloque-o num recipiente de vidro de boca grande. No Japão, os japoneses preferem consumi-lo na forma cristalizada, pois, segundo a tradição, seu poder medicinal preserva-se por mais tempo; • As propriedades medicinais do mel são mantidas no prazo de validade, que é de 3 meses para conservação em temperatura ambiente e de 6 meses para conservação em geladeira. Passado esse tempo, o mel continuará doce, porém suas propriedades medicinais já degradaram-se. De: Sonia Sachetto Enviada: sábado, 16 de fevereiro de 2008 11:59:41 Para: Rosely (por e-mail)

2 comentários:

Giovana e Lucca disse...

Adorei esse post!
Muito bom mesmo!
Beijinhos!!!

Anônimo disse...

Olá Rosely, cheguei aqui no seu blog atrás de uma receita de "Lua de Mel" ( aquele mini-pãozinho recheado e passado em calda de leite condensado e depois no coco); a receita não era a que eu queria, mas adorei conhecer seu blog, amei.
Vou voltar!
Beijos
Roseka